Mauá: PL exige separação do lixo de suspeitos ou infectados pelo Covid-19

Continua após a publicidade
blank

Nesta terça-feira (20), os vereadores da Câmara de Mauá aprovaram um PL (Projeto de Lei), que determina a separação do lixo de suspeitos ou infectados pelo Covid-19.

De acordo com o texto do plano criado pelo vereador Wiverson Santana (PL), a população deve identificar o saco de lixo possivelmente infectado. Dessa forma, uma fita vermelha ou algum tipo de marcação, deve ir no embrulho.

Além disso, o documento diz que os sacos devem estar ocupados apenas com um terço da capacidade para facilitar o manuseio. Do mesmo modo, deve ir para a rua somente no dia da coleta, para evitar que um cachorro rasgue, ou algum outro tipo de dano.

Nessa sentido, a pauta justifica que a medida quer proteger os coletores de lixo do município. Com isso, também fica impedida a suspensão da coleta de lixo de pessoas suspeitas ou infectadas pelo vírus.

Por fim, depois da aprovação unânime no Legislativo, o PL segue para o prefeito Marcelo Oliveira (PT). Caso receba sanção do político, o projeto entra em vigor em Mauá na data de sua publicação.

Deixe seu comentário