Mauá permite venda de bebidas alcoólicas e contraria Consórcio do ABC

Continua após a publicidade
blank

O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, afirmou que a venda de bebidas alcoólicas ficaria proibida na região, durante os nove dias não letivos de antecipação dos feirados. Mas, Mauá ainda está comercializando o produto durante esta semana.

Nesse sentido, o Consórcio disse em nota oficial que “a comercialização de bebida alcoólica no período (da antecipação) estará proibida”. E, apesar de Santo André; S. Bernardo; S. Caetano; Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra estarem com a venda totalmente proibida, Mauá autorizou o recebimento em casa ou retirada do produto através de Drive-Thru. Diadema, permite somente delivery.

Em outras palavras, o decreto municipal 8661 de Mauá, do último dia 25 confirma a decisão. “Durante o período disposto (…) deste decreto fica proibida a venda direta de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais; ficando permitida a venda por delivery e drive-thru até as 17h”.

De acordo com o entendimento da maioria dos prefeitos das setecidades, o consumo do álcool pode aumentar as chances de aglomerações no feriado. Dessa forma, a regra de intolerância total, deseja diminuir a possibilidade de desrespeito das normas sanitárias, para conter o vírus.

Contudo, a administração municipal afirma que o Hospital R. Nardini, está com 94% de ocupação. Além disso, Mauá chegou ao óbito de número 908. Do mesmo modo, os casos estão em 17.124; de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

.

Deixe seu comentário