Fase emergencial é prolongada em Mauá até 11 de abril

Continua após a publicidade
blank

Nesta sexta-feira (26), o governo de S. Paulo prolongou a fase emergencial em Mauá, bem como, todo o estado. A medida de ainda mais restrições do que a fase vermelha, começou a valer no dia 15 de março e estava prevista para terminar na próxima terça-feira (30).

Segundo o comunicado feito no Palácio dos Bandeirantes; pelo vice-governador Rodrigo Garcia, a fase vale até o dia 11 de abril. O político justificou a decisão dizendo que pretende frear o colapso no sistema de saúde e a explosão dos novos casos de Covid-19.

Por sua vez, de acordo com pronunciamento do governador João Dória (PSDB) no início do mês, esta nova fase permite que as igrejas atendam apenas individualmente e proíbe as celebrações. Ainda nesse sentido, lojas de mateiras de construção que poderiam abrir na fase vermelha, também devem permanecer fechadas.

Comércios como supermercados; padarias; postos de gasolina e açougues por exemplo, não podem mais funcionar em tempo integral. Exclusivamente em Mauá, estes serviços ficam abertos no máximo até 19h. Do mesmo modo, a restrição que é ainda mais intensa, proíbe o futebol profissional em todo o estado.

Por sua vez, as escolas estaduais ficam abertas para receber os alunos que precisam de alimentação. Nas instituições privadas, a abertura fica opcional. O limite de recebimento de estudantes, continua em 35%.

Deixe seu comentário