Donisete consegue ter candidatura aceita pela Justiça de Mauá

Donisete tem candidatura aceita para o Paço de Mauá (foto: divulgação).

Na segunda-feira (26), o site do TSE mostrou que Donisete Braga (PDT), conseguiu registrar sua candidatura legalmente em Mauá. De acordo com documento no portal, o juiz Marcos Alexandre Santos Ambrogi; da 217ª Zona Eleitoral, acolheu a mudança na chapa do político e deferiu a situação de Donisete para as eleições deste ano.

O pedetista, retirou o Pros da coligação. Dessa forma, Ambrogi reviu o indeferimento e autorizou que o postulante ao Paço siga com a campanha. O impedimento anterior, se deu porque o partido coligado não apresentou todas as condições eleitorais de participar do pleito. Assim, prejudicando também Donisete.

Nesse sentido, o juiz aceitou a candidatura do político, sem a presença do Pros. “Os candidatos em disputa, isoladamente, foram admitidos como regulares e não eram do partido (Pros) cuja convenção se observou inválida”, escreveu.

O Pros é o antigo partido de Donisete – depois de sair do PT, ele migrou para o Pros e se candidatou a deputado federal, sem sucesso. Desta vez, o Pros sequer tinha candidato oficial a vereador.

Contudo, dentre os 13 postulantes ao executivo de Mauá, apenas Caio Túlio (PCO) e Vanessa Damo (MDB), estão com a situação deferida. No entanto, ainda cabe recurso para os dois. O primeiro turno das eleições acontece no dia 15 de novembro.

Deixe seu comentário
blank