TCE reprova contas do 1° ano de gestão de Atila Jacomussi

Continua após a publicidade

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) reprovou nesta terça-feira (12) as contas do prefeito Atila Jacomussi (PSB) referentes ao seu primeiro ano de gestão, em 2017.

O orçamento previsto pela Prefeitura de Mauá no ano de 2016, ainda na gestão de Donisete Braga (Pros), para o ano de 2017 tinha arrecadação de R$ 1,3 bilhão, enquanto a receita real do município não passou de R$ 1 bilhão: chegou a R$ 900,1 milhões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O conselheiro Samy Wurma, um dos responsáveis pela votação, alegou que nas contas constavam um “elevado deficit” de arrecadação.

As contas do atual prefeito ainda poderão ser revisadas tanto no TCE, quanto no plenário da Câmara.

Deixe seu comentário