Munícipes reclamam de reforma “não planejada” da UBS Jd. Feital

A Prefeitura de Mauá interrompeu os serviços na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Feital no dia 10 de outubro para uma reforma, mas, alguns munícipes reclamam da falta de planejamento e aviso prévio à população.

A Prefeitura anunciou que o objetivo da reforma é melhorar a estrutura, fornecer um ambiente acessível para portadores de necessidades especiais além de equipamentos mais modernos.

Para alguns munícipes que utilizam os serviços desta UBS, a reforma é necessária porém, não houve um aviso prévio por parte da prefeitura. Segundo uma moradora do bairro, faltaram detalhes de como funcionaria o atendimento médico aos moradores daquela região enquanto a unidade permanecesse fechada.

Em uma página nas redes sociais, a Prefeitura de Mauá informou que os munícipes podiam se deslocar até a UBS do Jardim Kennedy e que os profissionais da unidade Feital foram remanejados para esta unidade, porém, a UBS do Kennedy fica a 3km de distância, dificultando o acesso das pessoas da região.

Outra reclamação por parte dos munícipes foi sobre a falta de médicos da unidade, a Prefeitura informou que não há previsão de uma contratação de médicos, “Ressaltamos que não há previsão de aumento no número de profissionais, tendo em vista que a reforma não será para ampliar o local e sim, modernizar o ambiente e equipamentos.”

Em nota ao Mauá Agora, a Prefeitura de Mauá informou que a reforma será finalizada em março de 2020, e que os custos foram pagos pela Universidade Nove de Julho (Uninove).

Deixe seu comentário