Justiça de Mauá nega liminar para instaurar a CPI da Suzantur

A justiça de Mauá negou nesta quarta-feira (23), o pedido de liminar para determinar que a Câmara instaure a CPI da Suzantur.

A CPI que foi instaurada pelos vereadores Adelto Cachorrão (Avante) e Fernando Rubinelli (PDT), foi rejeitada em votação na Câmara no dia 1° de outubro, porém, os autores da comissão solicitavam aos tribunais a garantia de que a investigação das irregularidades na atuação da concessionária do transporte público continuasse.

A juíza Maria Eugênia Pires Zampol, da 1ª Vara Cível da cidade, responsável pelo caso, relatou que no momento não há motivos para conceder o mandado de segurança “deve-se aguardar informações da autoridade coatora (Legislativo), que poderá trazer esclarecimentos outros aos autos”.

O vereador Rubinelli afirmou que recorrerá da decisão, “precisamos desta CPI para investigar o péssimo serviço realizado pela Suzantur e apurar a omissão da Prefeitura em não cobrar os 25 ônibus faltantes.”

Deixe seu comentário