Justiça da prazo de 15 dias para despejo do 4°DP de Mauá

A justiça determinou que na última (11) um prazo para que em 15 dias seja desocupado o prédio na avenida Castelo Branco, onde está instalado o 4° DP (Distrito Policial) de Mauá. O juiz da 2ª Vara Cível do Fórum da cidade Thiago Elias Massad, responsável pela sentença, determinou a desocupação voluntária do imóvel.

“Também condeno o requerido (Paço de Mauá) ao pagamento dos aluguéis referentes ao período compreendido entre 12/2018 até a efetiva desocupação do imóvel; as diferenças resultantes da não aplicação – a todos os aluguéis pagos após o ajuizamento da demanda – de correção monetária, desde o respectivo vencimento, e de juros moratórios, a partir da citação ou de quando vencido o débito (o que ocorrer depois), sendo que ambos deverão incidir até a data do efetivo adimplemento do crédito”, relatou o juiz.

Segundo a prefeitura de Mauá a sentença foi emitida pois já havia um processo em aberto, porém, em uma reunião realizada entre o advogado do proprietário do imóvel e a Secretaria de Finanças pode ser que haja um acordo. “Portanto, o município vai pagar o que foi acordado antes do prazo que o juiz expediu na sentença e não será necessário desocupar o imóvel. Reforçamos que este problema foi causado durante a gestão interina, que não pagou os aluguéis, deixando a ação chegar neste ponto e estamos nos esforçando ao máximo para dirimir o transtorno causado”, afirmou a Prefeitura ao se referir ao governo de Alaíde Damo (MDB).

O 4° DP de Mauá fica na avenida Presidente Castelo Branco, 2.183, no Jardim Zaíra. A Prefeitura de Mauá tenta negociar a dívida para evitar a troca do imóvel. A ideia é evitar transtornos tanto para a Polícia quanto para os moradores. Segundo o advogado, a dívida pode chegar a R$100 mil, mas ainda haverá um calculo feito pela Prefeitura.

Deixe seu comentário