Criança baleada na cabeça pelo pai tem alta hospitalar após 50 dias

Publicidade

Depois de 50 dias internada no hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, Maria Eduarda de Lima Castilho, de 5 anos, que foi baleada pelo seu pai em julho, recebeu alta nesta terça-feira (20).

O caso aconteceu no dia 3 de julho, segundo informações do boletim de ocorrência, Ana Paula, mãe da menina, decidiu se separar do pai, mas o homem não aceitava a separação. Ana Paula foi atingida de raspão no braço, passou por procedimento cirúrgico mas logo recebeu alta. O pai, Alexandre Castilho, se suicidou em seguida.

A menina recebeu os primeiros socorros na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Zaíra, com a avaliação dos médicos de que o caso era grave, foi encaminhada junto a uma equipe de Suporte Avançado do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Mário Covas.

Durante os 50 dias internada, a menina permaneceu por algum tempo na UTI. A criança ainda terá que realizar sessões de fisioterapia para ajudar na recuperação. Apesar da gravidade do caso, a evolução do quadro clínico de Maria Eduarda proporcionou sua alta.

Deixe seu comentário