Suspeito de matar policial em Rio Grande da Serra é preso em Mauá

O suspeito de matar o policial César Augusto, 33, em Rio Grande da Serra no dia 28 de julho, foi preso pela Força Tática da Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (7), em Mauá. Outros três suspeitos também foram detidos entre a manhã desta quarta e a noite da última terça-feira (6).

Márcio Luiz Lima da Silva, o Sula, é um dos suspeitos com envolvimento direto na morte do PM. Segundo informações, Sula foi localizado no Jardim Paranavaí durante um patrulhamento realizado pela Rua Paulo Gomes. A Polícia Civil de Rio Grande da Serra já havia expedido um Mandado de Prisão contra o acusado. Na sua casa, foram encontrados entorpecentes, cerca de dois mil reais oriundos de venda de drogas, cinco celulares, munições de calibre 38, além de 133 folhas de contabilidade de tráfico de drogas, nas quais havia a soma de R$ 10 milhões movimentados.

Além de Sula, outros três suspeitos foram detidos e encaminhados à Delegacia Sede, em Mauá, responsável pelas investigações do caso. A identificação dos suspeitos ainda não foi divulgada. 

Entenda o caso

O corpo do policial militar César Augusto foi encontro no dia 29 de julho com um tiro na cabeça, próximo a passarela da linha férrea em Rio Grande da Serra, que dá acesso dos moradores da Vila Guiomar ao centro. O local é conhecido por ser um ponto de venda e de consumo de drogas. O policial estava desaparecido desde a manhã de domingo (28/07).

Deixe seu comentário