Após falha do hospital, paciente perde cirurgia no Nardini

Continua após a publicidade
blank

Um paciente de 50 anos morador de Ribeirão Pires acabou não obtendo a vaga para uma cirurgia de retirada de pedra no rim após erro da administração do Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini.

Após atendimento em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade de Ribeirão Pires, Luis Antonio Vicente Ferreira foi transferido para o hospital e permaneceu por 14 dias. Segundo o homem, dois exames feitos apontaram a necessidade urgente de interferência cirúrgica, porém, por falta de atualização do pedido de vaga junto à Cross (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde) do governo do Estado, a solicitação para vaga foi cancelada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Através da assessoria de imprensa, a Secretária de Saúde do Estado de São Paulo relatou que não haviam fichas, e que elas haviam sido canceladas por falta de atualização. Segundo Luis Antinio, o médico do Hospital Nardini deu alta para ele no dia 25 de julho e pediu para que aguardasse a cirurgia, ignorando a situação médica de urgência do paciente.

Segundo a FUABC (Fundação ABC), responsável pela administração do hospital mauaense,o paciente foi avaliado pela equipe médica e submetido a tratamento com analgésicos e antibióticos, o que provocou uma melhora em seu estado de saúde, não sendo mais considerado uma cirurgia de urgência. O procedimento foi marcado para o dia 7 de agosto.

Deixe seu comentário