Casal é condenado por morte de adolescente

Foi realizado no Fórum de Mauá, nesta quinta-feira (05), o julgamento de Roseane Carla dos Santos e José Nilson da Costa, ambos acusados de matar a adolescente Renata Miguel da Silva. 

O assassinato da menina Renata aconteceu em novembro de 2013, na época a menina tinha 15 anos. Ela foi atraída até a casa dos suspeitos por uma proposta de emprego como manicure. Ela foi encontrada morta por motivo de overdose na casa dos acusados, que fugiram e só foram presos em 2016, após 3 anos foragidos.

A primeira a depor foi a mãe da vítima, Angelita Miguel, que relatou não ter conhecimento de que a filha usava drogas. “Ela era uma menina boa, cheia de sonhos, que me ajudava muito. Estudava e fazia aulas de ginástica rítmica”, relatou a mãe.

Segundo o advogado de Roseane, a menina Renata era usuária de drogas e costumava fazer uso com frequência. Os réus alegaram que tentaram socorrer a vítima.

O crime de homicídio foi colocado para julgamento de sete jurados, cinco homens e duas mulheres. O julgamento foi comandado pelo juiz Marco Mattos Sestini, os acusados foram condenados a 16 anos de prisão em regime fechado.

Deixe seu comentário