Mauá é o quinto maior município no ranking ABES de Saneamento

Publicidade

Mauá ficou entre as cinco principais cidades listadas no Ranking ABES da Universalização do Saneamento, realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). A pesquisa, lançada este mês, avalia o acesso aos serviços de saneamento básico, como abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e administração adequada de resíduos sólidos, nos municípios brasileiros. 

A cidade mauaense alcançou 484,85 pontos, em um intervalo de 450 a 489 pontos, na categoria Compromisso com a Universalização, na classificação de Grande Porte. O resultado apresenta o município bem acima da média da categoria, que foi de 468,89 pontos. O Ranking ABES da Universalização do Saneamento também traz Mauá com 95,79 pontos alcançados no serviço de coleta de esgoto e 90,56 no tratamento de esgoto. 

O levantamento leva em consideração um total de mais de 1,8 mil municípios brasileiros que são divididos em dois blocos: grande porte, para aqueles que possuem mais de 100 mil habitantes, e de pequeno e médio porte, abaixo de 100 mil habitantes. As informações têm como base os dados de 2017 do Sistema Nacional de Informações de Saneamento (SNIS), utilizado pelo Ministério das Cidades. Cinco indicadores foram avaliados: o abastecimento de água; a coleta de esgoto; o tratamento de esgoto; a coleta de resíduos sólidos; e a destinação adequada de resíduos sólidos. Além disso, a análise relaciona o saneamento à saúde e faz uma correlação entre a pontuação total alcançada pelos municípios e a taxa de internação por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado.

Deixe seu comentário