Prefeitura de Mauá busca recursos junto ao Estado

A prefeita de Mauá, Dona Alaide, esteve em uma reunião com o Governo do Estado de São Paulo para solicitar verbas para a cidade. O encontro da prefeita com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, foi pautado principalmente pela Saúde com a entrega de um ofício que reúne dados, prioridades e custos da rede municipal de saúde, somando os serviços de atenção básica, especializada, urgência e emergência, vigilância, apoio e o Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini. Esses serviços, juntos, garantem o atendimento de aproximadamente 70% de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). 

“Temos nas mãos um grande desafio, que é fazer a cidade continuar caminhando. A Saúde é sempre uma prioridade, pois é por meio dela que prestamos o atendimento mais direto ao munícipe e sabemos que, diante de um cenário de tanta dificuldade econômica, as pessoas dependem cada vez mais do sistema público. É por isso que não podemos medir esforços para cuidar da nossa população”, afirma Dona Alaide. 

Com o caixa apertado, o Paço depende de financiamento para manter a Saúde funcionando. O Hospital Nardini, por exemplo, é referência para a microrregião (Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), que conta com 630 mil habitantes, e atende essa população como hospital de portas abertas, dispondo de apenas 207 leitos. Para manter o hospital em funcionamento são direcionados cerca de R$ 9 milhões mensais, em um esforço da municipalidade com a COSAM – Fundação do ABC, gestora da unidade médica. 

O pedido de Mauá é para que o Governo contribua com 50% do custeio, cerca de R$ 4,5 milhões, ou ainda com a reavaliação da estadualização do hospital. O secretário Marco Vinholi comprometeu-se a avaliar o ofício e ajudar a cidade conforme for possível. 

Deixe seu comentário