Em sessão, vereadores aprovam isenção de IPTU para igrejas

Na sessão da última terça-feira (28), os vereadores fizeram reivindicações para a cidade de Mauá e aprovaram o item que concede isenção de IPTU para igrejas.

Na votação da Ordem do dia, os vereadores aprovaram em segunda discussão o item de autoria do vereador Samuel Enfermeiro (PSB), que concede isenção do IPTU sobre imóveis alugados como templo religiosos. O item teve votação unânime da casa, apesar de apontadas inconstitucionalidades por parte dos vereadores José Wilson, o Melão (PPS) e Admir Jacomussi (PRP). A proposta ainda passará pelo poder Executivo.

O vereador Marcelo Oliveira questionou a casa sobre o portal da transparência do município e da SAMA (Saneamento Básico do Município de Mauá), que não consta as dívidas da empresa com a SABESP (Saneamento Básico do Município de Mauá) e questionou também sobre onde localizar o recurso da pena em que a SAMA foi multada em pagar R$100 mil por dia, por não cumprir decisão judicial.

O vereador e 1° Secretário da Câmara de Mauá, Adelto Cachorrão (Avante), falou sobre o barranco localizado no bairro do Guapituba, perto da estação de trem, e relatou sobre o risco de deslizamento na Avenida Capitão João, segundo o vereador, alguns serviços de limpeza já foram feitos mas nada efetivo, ele fez um requerimento solicitando estudos técnicos para a construção de um murro de arrimo no local.

O primeiro secretário da Câmara ainda falou sobre os ecopontos da cidade, que passou de 11 locais de descarte de lixo reciclável para três, um no Jardim Itapeva e dois no Jardim Zaíra.

Deixe seu comentário