Biblioteca Cecília Meireles triplica número de visitas desde o início do ano

Publicidade

No oitavo andar do prédio da Secretaria de Educação, no centro de Mauá, há um tesouro que está sendo descoberto aos poucos pelos amantes de literatura. A Biblioteca Cecília Meireles, que atualmente possui mais de 10 mil obras no acervo, está aberta ao público desde o início de 2019 e triplicou a frequência de visitantes em apenas quatro meses.

Em janeiro, 204 pessoas foram ao local e em abril o número subiu para 640. O empréstimo de livros no início do ano foi de 122 e em abril foram 415. Desde o início do ano foram feitas 147 novas carteirinhas.

Além de atender crianças, jovens e adultos, a biblioteca também possui uma seção de livros em braille e audiolivros, que somam cerca de 300 edições. Pessoas de outras cidades costumam ir até o local para consultar ou pegar emprestado estes exemplares, já que não é todo município que mantém um acervo para deficientes visuais. A Biblioteca Cecília Meireles tem também um funcionário cego que orienta na escolha dos livros.

A prefeita Alaide afirma que a biblioteca deve ser um local de reunião para “todas as tribos”. “Precisamos divulgar mais o espaço, criar novos leitores e incentivar os que já são apaixonados por livros. Por isso disponibilizamos obras para troca, local para crianças pintarem, aluguel de CDs e DVDs, entre outros serviços para atrair mais pessoas”, disse a prefeita.

Professores que se interessarem em levar os alunos podem agendar uma visita pelo telefone 4512-1075. E se os moradores de Mauá tiverem livros em bom estado e quiserem fazer uma doação, também pode entrar em contato pelo mesmo número.

Para fazer uma carteirinha para empréstimo de livros é só levar duas fotos 3×4, RG e comprovante de residência. A biblioteca fica no 8º andar da Rua Rio Branco, 183, conhecido como prédio redondo, ao lado do Terminal Central. O horário de funcionamento é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Deixe seu comentário