Prefeitura de Mauá promove campanha contra mosquito da Dengue

Publicidade

Mauá está eliminando os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti em diversos bairros da cidade. O cata-bagulho já passou por diversos bairros, entre eles, Parque das Américas, Jardim Zaíra e Vila Bocaina. Dos 105 casos de dengue notificados em 2019, 44 foram confirmados, mas apenas 22 são autóctones, ou seja, que foram contraídos em Mauá.

Outras cidades da região também passam por este mesmo problema, mas de acordo com a prefeita Alaide, a Secretaria de Saúde do município e a Secretaria de Serviços Urbanos realiza diversas ações para combater o mosquito em locais públicos. “Estamos trabalhando para conscientizar a população para não jogar entulho e lixo em locais inadequados, Mauá possui três EcoPontos para receber materiais recicláveis e a Prefeitura continua monitorando os focos de infestação”, destacou.

Os agentes de saúde vão de casa em casa procurar os focos de larvas, que é onde estão 80% dos criadouros dos mosquitos, fazendo a remoção ou limpeza dos locais para impedir que o mosquito nasça, pois eliminar em fase de larva é mais fácil que eliminar os mosquito adultos. Além desta ação, há o bloqueio em regiões de casos suspeitos, visita a pontos estratégicos (como ferro velho), imóveis especiais (UBSs e escolas), além de fazer a Avaliação Densidade Larvária (ADL), para saber como está a infestação no município.

Ainda assim, é preciso trabalhar a conscientização da população desde a infância, por isso são realizados trabalhos educativos em escolas, além de exposições de maquetes em áreas de grande circulação de pessoas, reuniões em postos de saúde de áreas com ADL positivo e faixas, que estão sendo espalhadas pela cidade.

Confira onde são os EcoPontos de Mauá:

Av. Guerino Stella, próximo ao nº 357, Jardim Zaíra

Rua Luiz Pacolla, próximo ao nº 21, Jardim Itapeva

Av. Jesuíno Nicomédio dos Santos, na esquina com Sebastião Antônio da Silva, Jardim Zaíra 4

Deixe seu comentário