Na última quinta feira (10), segundo a defesa do prefeito Átila Jacomussi(PSB), o Supremo Tribunal Federal (STF), considerou transitado em julgado a ação que aponta arbitrariedade na segunda prisão do prefeito, ocorrida em dezembro do ano passado.

Com isso, a reclamação do prefeito que resultou na sua soltura e seu retorno ao cargo por decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes é arquivada.

O arquivamento desta denúncia não tem influência no prosseguimento dos dois processos de impeachment contra Átila, que serão votados na câmara dos vereadores.

O prefeito fez um publicação em sua rede social onde relata, “A decisão só confirma o que sempre dissemos, que não havia fatos novos para a ação realizada dia 13 de dezembro de 2018, que foi considerada inadmissível pelo STF. “

Deixe seu comentário