Categories DestaquePolítica

Átila depõe para comissão de impeachment por quebra de decoro

Nesta quarta feira (03) o prefeito de Mauá, Átila Jacomussi (PSB), prestou depoimento para a comissão do seu segundo processo de impeachment, desta vez, para a denúncia de quebra de decoro e corrupção.

O depoimento iniciou as 15h10 e a imprensa foi impedida de entrar com celulares e câmeras fotográficas, por uma decisão da assessoria de imprensa do Paço e da Câmara.

A oitiva de Átila durou cerca de uma hora e meia, estavam presentes os vereadores Bodinho e Sivaldo Carteiro. As perguntas feitas ao prefeito de Mauá durante o depoimento, não tinham relação direta com o pedido de impeachment por quebra de decoro.

Quem iniciou as perguntas foi o advogado de defesa de Átila, questionando sobre a compra de uniformes para a rede pública de ensino, acima do número estimado, o prefeito respondeu que não houve superfaturamento pois os uniformes são comprados à partir de uma ata de registro de preço.

Em entrevista coletiva após o depoimento, o prefeito foi questionado sobre a implantação da taxa do lixo, ele relatou que não estava presente no comando do governo quando ela foi implantada, em maio de 2018, e que o governo interino regulamentou a taxa e sua forma de execução.

Questionado sobre como irá proceder sobre a cobrança da taxa o prefeito não respondeu.

O processo agora passa pela comissão para determinar a procedência das acusações ou arquivamento da denúncia.

Deixe seu comentário