O vereador Chiquinho do Zaíra (Avante) anunciou que será candidato à presidência da Câmara em eleição prevista para a próxima sessão. Distante do governo de Atila Jacomussi (PSB), o parlamentar aposta em dissidentes da base, que conta com três postulantes. Betinho da Dragões (PR), Chico do Judô (Patriota) e Vanderley Cavalvante da Silva, o Neycar (SD), já declararam vontade em concorrer à sucessão de Admir Jacomussi (PRP).

Chico do Judô reassumiu o cargo na sessão da última terça-feira (4), deixando a Secretaria de Serviços Urbanos. Ao pedir a palavra, assumiu a vontade de comandar a Casa e pediu ao atual presidente, Admir, que “consiga uns dois ou três votos”. Ele é o nome favorito do núcleo duro do Governo, já que Atila corre para emplacar para emplacar um vereador alinhado à gestão. Neycar, embora situacionista, vem demonstrando insatisfação com o Paço.

Chiquinho, no entanto, disse há um mês atrás que não gostaria de se lançar como candidato à presidência da Câmara alegando que não conseguiria arregimentar votos para bancar a empreitada. “Hoje mudei de opinião. Sou vereador e também posso me lançar candidato”, discorreu. “Sou candidato da oposição. Sou da ala radical junto com o Marcelo (Oliveira, vereador pelo PT e único parlamentar considerado como oposição pelo governo Atila).”

 

Deixe seu comentário