No último domingo (4), durante as visitas no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mauá, os agentes de plantão flagraram uma visitante levando aparelho celular para dentro do estabelecimento penal. Há duas semanas atrás, outra visitante tentou entrar com um celular na unidade e também foi flagrada.

Ao ser questionada se tinha algo escondido em seu corpo, a visitante informou que estava com um involucro inserido em sua genitália. Sendo encaminhada a um local adequado, a mulher retirou o material de sua genitália e o entregou o aparelho celular aos agentes de plantão. 

O Boletim de Ocorrência foi elaborado no 1° Distrito Policial de Mauá. As visitas que forem flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visita.

Deixe seu comentário