No primeiro dia após retomar o cargo de prefeito, Atila Jacomussi (PSB) confirmou, após entrevista coletiva na manhã da última quinta-feira (13), que não teria pressa para na troca de nomes no secretariado e só trocaria se fosse realmente necessário. Porém, na tarde da própria quinta-feira, Atila exonerou oito secretários.

Como já havia sido noticiado, o secretário de Cultura e Juventude, Caio Evangelista, foi o primeiro a ser exonerado do cargo. Além dele, perderam seus cargos: Antônio Carlos de Lima (Governo); Anita Emam (Chefia de Gabinete); Cássia Gogueto (Relações Institucionais); Laura Demarchi (Políticas Públicas para Mulheres); Temístocles Cristofaro (Planejamento); e Marcelo Lima Barcellos de Melo (Saúde).

Márcio de Souza, braço direito de Atila que havia sido demitido pela interina Alaíde Damo (MDB), retomou seu cargo como Chefe de Gabinete. É o único cargo reposto até o momento.

Deixe seu comentário