Após retomar a posse como prefeito na tarde da última quarta-feira (12), Atila Jacomussi (PSB) concedeu a sua primeira entrevista na manhã desta quinta-feira (13). Dentre os pontos destacados, o socialista bateu na tecla de que vai “reconstruir a cidade” e retomar todos os serviços que foram paralisados durante o período afastado. Ainda comentou que seu governo será do povo, não de “uma família ou um grupo”.

Atila citou outros pontos importantes que precisarão de cuidados durante a continuação do seu mandato. Além de falar que vai retomar todas as obras paradas, disse que vai retomar o café do trabalhador em breve e deve reabrir o Pronto-Socorro do Hospital Nardini, que virou referenciado após o decreto de calamidade financeira, em julho deste ano. Sobre o decreto, Atila disse que está discutindo com sua equipe de governo e tomará uma decisão se revoga ou não até a próxima terça-feira (18). Sobre a grave crise financeira que enfrenta a saúde municipal, o socialista garante que a Pasta será prioridade no seu governo.

Sobre o governo interino da atual vice-prefeita, Alaíde Damo (MDB), Atila garante que “não vai fazer um governo de ódio, nem de vingança” e que a avaliação do governo interino “fica por conta da população”. Ao ser perguntado sobre as mudanças feitas no secretariado, disse que “ficou chateado com as decisões” e que “vai mudar o secretariado se for necessário”.

Deixe seu comentário