Hospital Nardini recebe críticas por situação precária

Através de reportagem exibida em um programa de televisão na última quinta-feira (01) contendo imagens e vídeos, pacientes do Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini e moradores da cidade de Mauá denunciaram descaso e atendimento ‘sub-humano’ no local. Segundo os mesmos, pessoas teriam se recusado a serem atendidas no Hospital por medo de contrair alguma infecção devido ao nível de sujeira e abandono em alguns setores.

Na matéria exibida são mostrados alguns tapumes de madeira no local onde deveriam estar as janelas de vidro que, no caso, estão, em sua grande maioria, quebradas. Poças de água no interior das salas devido a vazamentos internos formam uma grande lamaçal quando são pisadas por pacientes e pessoas que transitam por eles. Cilindros de oxigênio completamente vazios também fazem parte das reclamações.

Nos corredores, macas pelo caminho e até mesmo baratas mortas já foram vistas pelos munícipes. De acordo com relatos das pessoas entrevistadas, têm adolescentes dormindo em macas feitas para crianças. Uma delas foi questionada sobre o caso e disse ser uma situação bem desconfortável:

“Os pés ficam todos pra fora, fica dolorido. Ao invés de ser aconchegante, não é. É desconfortável.”

– Disse.

De acordo com as placas que estão expostas por todo o Hospital, o primeiro andar passa por reforma desde 2015 e recebe verba do Governo Estadual e também do município. São mais de R$11,2 mi gastos na reforma que ainda não foi concluída e tinha prazo de 12 meses para ser entregue. O pronto-socorro, obra que já foi concluída, recebe reclamações por causa do ambiente sujo, de acordo com os pacientes.

Em nota, a prefeitura do município disse que o Hospital passa por revitalização e que todas as obras serão concluídas e entregues dentro dos padrões necessários de saúde.

 

 

 

 

Deixe seu comentário